Explorar

A automação comercial auxilia na redução de custos operacionais
/
/
/
Como reduzir custos operacionais implantando automação comercial em seu negócio

Como reduzir custos operacionais implantando automação comercial em seu negócio

Navegação Rápida

A automação comercial auxilia na redução de custos operacionais

Como reduzir custos operacionais implantando automação comercial em seu negócio

A gestão de um negócio envolve diversas atividades, entre elas, o controle dos custos operacionais. É preciso ter planejamento para aplicar estratégias que aumentem a rentabilidade, mas sem diminuir a qualidade do serviço prestado ao consumidor. 

No varejo, há diversas formas de diminuir os custos operacionais como, por exemplo, utilizando soluções de automação comercial para agilizar o atendimento e evitar retrabalho. Continue a leitura e saiba mais!

 

O que são custos operacionais?

Os custos operacionais englobam todos os gastos necessários para uma empresa funcionar, divididos em fixos e variáveis. Essas despesas são fundamentais para manter a organização de pé, por isso, precisam ser quitadas mesmo que não haja lucro no mês.

Custos fixos são as despesas que não mudam, mesmo em momentos nos quais há queda nas vendas. Já os custos variáveis são os que alteram conforme a atividade da empresa, ou surgem devido a emergências que não estavam previstas. 

Entre os custos operacionais fixos, estão:

  • aluguel do espaço físico;
  • salário dos funcionários;
  • contas de energia elétrica, internet, água, telefone etc;
  • materiais de escritório;
  • material de limpeza;
  • aluguel de máquina de cartão.

 

Já entre os exemplos de custos operacionais variáveis, estão:

  • manutenção de equipamentos,
  • marketing;
  • bonificação para os funcionários;
  • reforma de emergência nas instalações físicas da empresa;
  • logística;
  • comissão de vendas.

 

Benefícios da redução de custos operacionais

Nem todos os custos operacionais podem ser reduzidos por completo, no entanto, é possível reduzi-los de maneira que maximize os lucros. Afinal, em tempos de crise, é fundamental ter estratégias para deixar o fluxo de caixa positivo. Do contrário, o varejista poderá comprometer a saúde financeira do negócio. 

Contudo, a redução de custos emocionais não pode afetar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pelo estabelecimento. Isso é possível, por exemplo, ao trocar os equipamentos eletrônicos por modelos com melhor eficiência energética implantada na conta de energia elétrica. 

Ao reduzir os custos, o varejista terá um cenário positivo para fazer investimentos para melhorar o negócio, como utilizar estratégias para automação comercial. Consequentemente, melhor será a experiência de compra do cliente, ajudando a elevar o lucro e fidelizar o consumidor.

Além disso, reduzir custos operacionais significa diminuir o preço cobrado pelo produto e/ou serviço, melhorando a precificação. Com menos despesas, o varejista não precisa repassar todos os gastos aos consumidores. Essa estratégia atrai consumidores que buscam preços atrativos, mas que também prezam pela qualidade. 

 

Como reduzir custos operacionais?

Objetos de educação financeira e economia

Primeiramente, é necessário conhecer todos os custos do negócio, para entender quais despesas recebem um maior investimento financeiro. Com isso, será possível identificar gastos desnecessários que podem ser cortados ou diminuídos

A redução de custos operacionais pode acontecer também com o aumento da produtividade dos funcionários. Isso porque, ao automatizar processos por meio da tecnologia, o negócio ganha agilidade e otimização de tempo para que os funcionários possam direcionar os esforços em outras atividades.

Um exemplo disso está em um PDV que não utiliza automação. Caso o estabelecimento tenha longas filas, com poucos operadores de caixa e sem terminais de self checkout, maiores são as chances de o consumidor desistir da compra por não querer encarar a fila. Isso significa, então, menos vendas.

Outra maneira de reduzir gastos no varejo é buscar fornecedores com melhor custo-benefício, com melhores condições de pagamento e, também, que ofereçam descontos para compras em larga escala. Além disso, é preciso avaliar quais produtos têm pouca saída de estoque e reduzir a aquisição desse item nas próximas compras. 

 

Como reduzir custos operacionais com automação comercial

A automação comercial utiliza tecnologia para otimizar diversos processos no varejo, principalmente em atividades operacionais e repetitivas. Por meio de ferramentas tecnologias, é possível agilizar e padronizar tarefas, mas comprometer a qualidade do serviço prestado.

Para reduzir os custos operacionais, é possível instalar terminais de autoatendimento, medida que ajuda a diminuir filas no PDV. Como consequência, melhora a experiência do cliente, fidelizando-o, além de dispensar a necessidade de aumentar o quadro de funcionários.

Outra maneira de reduzir custos com automação comercial é instalando terminais de consulta de preço nos corredores do estabelecimento. Este tipo de solução facilita a experiência do cliente na loja, além de evitar deslocar funcionários apenas para informar os preços aos consumidores.

Até o departamento pessoal pode ser otimizado com a utilização de equipamento de sistema de pontos para contabilização do horário de trabalho. Esses e outros itens conferem ao atendimento mais celeridade, seja na emissão de nota fiscal, na entrega do troco ou em outras operações. No fim, agilidade é sinônimo de mais vendas

 

Soluções de automação comercial Sweda

Com mais de 1,8 milhões de comércios automatizados, a Sweda é especialista em oferecer soluções de automação comercial para diversos segmentos e tamanhos. Do ramo alimentício, passando por estabelecimentos de decoração e lojas de conveniência, temos um equipamento ideal para a otimizar e facilitar a gestão comercial do seu negócio. 

Conheça, a seguir, três modelos de soluções de automação comercial da Sweda. 

 

Terminal de consulta de preço

O terminal de consulta de preço, como o próprio nome indica, serve para conferir o valor dos itens. Para isso, o cliente posiciona o código de barras do produto em um feixe de luz, e por meio de uma tela, apresenta todas as informações da mercadoria. 

Autonomia e praticidade estão entre as vantagens dessas soluções. Além disso, o varejista não precisa se preocupar em disponibilizar funcionários apenas para informar os preços dos itens comercializados no estabelecimento.

 

ECD-1200

O ECD-1220 é o terminal de consulta preferido pelo atacarejo no Brasil, presente nas maiores redes varejistas. Por ser o mais robusto da categoria, possui software interno que realiza a leitura dos códigos de barras danificados.

  • Consulta rápida de informações dos produtos;
  • Função coletor de dados;
  • Fácil integração com qualquer software;
  • Robusto e reparado para todos os ambientes do varejo;
  • Opções wireless.

 

Autoatendimento 

Ideal para self checkout, as soluções de autoatendimento estão entre as tendências no varejo. Essa solução possibilita que o cliente finalize a compra, consulte preços, entre outras ações, com total autonomia e praticidade. 

 

MOBOX® ONIX

O MOBOX® ÔNIX é a solução completa para autoatendimento. Possui tela touchscreen 10”, design moderno, impressora integrada, com opcional de pedestal ou suporte de mesa. Arquitetura de software compatível com sistema operacional Android ou Windows. 

Ideal para aplicações como:

  • Autoatendimento no varejo em geral;
  • Cadastro de promoções em shoppings;
  • Check-in em eventos e feiras;
  • Emissão de cupom de sorteios, vouchers etc;
  • Pesquisas de satisfação e ações de marketing;
  • Gerenciamento de filas, emissor de senhas e recibos.

Acesse o site da Sweda e confira todas as soluções de automação comercial que podem otimizar os processos do seu negócio. 

Compartilhe esta notícia

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Newsletter

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da Sweda.

Posts relacionados