Explorar

/
/
/
IA na automação comercial: como esta combinação pode transformar a experiência do cliente

IA na automação comercial: como esta combinação pode transformar a experiência do cliente

Navegação Rápida

Os donos de negócios do varejo podem ainda não entender a importância da IA na automação comercial, sobretudo os gestores com pouco entendimento em tecnologia. No entanto, há diversas vantagens que esse recurso proporciona aos negócios, por isso, não deve ser ignorado. 

A experiência do cliente é fundamental para o sucesso de uma marca e, nesse caso, a IA (inteligência artificial) pode ser uma aliada importante. Isso porque, é possível agilizar o atendimento e antecipar as necessidades do consumidor, deixando a jornada de compra mais prazerosa. Entenda melhor este conteúdo. 

 

O que é inteligência artificial?

A Inteligência artificial (IA) está relacionada ao desenvolvimento de algoritmos e sistemas complexos capazes de realizar tarefas que, até então, exigiam a inteligência humana. Dessa maneira, as máquinas podem funcionar como se imitasse o pensamento. 

Por exemplo, o algoritmo pode perceber variáveis e tomar decisões com base numa espécie de raciocínio lógico. Isso porque a IA é baseada em algoritmos e modelos matemáticos que simulam a capacidade do cérebro humano de aprender, interpretar e raciocinar.

Os sistemas de inteligência artificial podem ser projetados para realizar uma ampla variedade de tarefas, desde reconhecimento de voz e imagem até a previsão de resultados para tomada de decisão. Alguns exemplos comuns de aplicações de IA no dia a dia incluem assistentes virtuais, chatbots, sistemas de recomendação e veículos autônomos.

Com o machine learning, conceito tecnológico ligado à IA, esses sistemas podem aprender conforme o uso. Ou seja, os algoritmos são atualizados sem intervenção humana, à medida que são utilizados, pois conseguem se adaptar. 

 

IA e automação comercial 

A IA pode ser uma tecnologia muito útil para a automação comercial, pois permite que os sistemas automatizados realizem tarefas de forma autônoma, aprendam com os dados coletados e se adaptem às mudanças do mercado. Tudo isso com pouca ou nenhuma interferência dos funcionários. 

Um exemplo de aplicação de IA na automação comercial é o uso de algoritmos de machine learning para prever a demanda por um determinado produto com base em dados históricos de vendas. Com essa previsão, o sistema pode ajustar o estoque para garantir a quantidade de produtos disponíveis sem que haja excesso ou falta.

Outro exemplo de aplicação de IA na automação comercial é o uso de chatbots para atendimento ao cliente. Esses sistemas usam processamento de linguagem natural para entender a recepção dos clientes e fornecer respostas precisas e rápidas. 

Engana-se que o uso de IA na automação pode ser feito apenas em lojas online. Por exemplo, é possível utilizar aplicativo para fazer compras em um estabelecimento, onde o sistema inteligente efetua a cobrança ao retirar o item da prateleira. Com isso, o cliente não precisa passar pelo caixa e ser atendido por operadores. 

Leia também: Como impulsionar seu negócio com serviços de automação comercial

 

‌Como IA e automação comercial podem ser usados para transformar a experiência do cliente

Uma experiência do cliente positiva é importante porque pode ajudar a fidelizar os clientes, aumentar a satisfação perante uma marca, além de gerar recomendações e indicações para outras pessoas. Por outro lado, uma experiência negativa pode levar a uma perda de clientes.

Nesse caso, o uso de IA na automação ajuda o varejista a pensar em estratégias que melhorem a experiência do cliente. Por exemplo, já pensou na decepção do freguês ao chegar na loja no período de alta demanda e não encontrar determinado produto? Com a tecnologia, é possível prever quais itens são mais vendidos em períodos de pico.

Além disso, o uso de IA na automação entrega uma melhor experiência de compra ao fazer recomendações personalizadas, com base no histórico e necessidades do cliente. Com isso, melhora a satisfação do consumidor, enquanto aumenta as vendas na loja. 

A inteligência artificial no varejo também auxilia na otimização de processos, garantindo agilidade e diminuição de falhas em toda a jornada de compra

Não faltam maneiras de o uso de IA na automação comercial ser responsável por tornar a experiência de compra mais leve, fácil, otimizada e satisfatória. 

 

Oportunidades da combinação de IA e automação comercial

O uso da IA na automação comercial no varejo pode trazer benefícios para negócios de diversos segmentos, desde a otimização de processos até a melhoria da experiência do cliente. 

Alguns exemplos da inovação no varejo com aplicação da IA incluem:

 

  • Personalização para o cliente

IA pode ser usada para coletar e analisar dados dos clientes por meio de terminais digitais instalados em lojas físicas, como histórico de compras para oferecer recomendações e experiências personalizadas. 

 

  • Previsão de demanda no varejo

IA pode ser usada para analisar dados de vendas e outros indicadores, a fim de prever a demanda por produtos em diferentes períodos do ano.

 

  • Ajuste automático de preço 

A precificação no varejo é dinâmica, pois os preços são influenciados por diversos fatores internos e externos. Nesse caso, o uso da IA na automação comercial auxilia na análise de pontos que impactam no preço do produto, incluindo a concorrência. Com isso, é possível alterar o preço ideal dos itens automaticamente e sem interferência humana. 

 

  • Gerenciamento de estoque no varejo

A IA pode ser usada para gerenciar o estoque de forma mais eficiente, ajudando a manter as gôndolas e prateleiras abastecidos, mas sem causar prejuízos ao negócio. 

 

  • Atendimento ao cliente em lojas físicas

A IA pode ser usada para automatizar o atendimento ao cliente, por meio assistentes virtuais que podem responder a perguntas comuns dos clientes de forma rápida e eficiente.‌

 

Automação comercial em um futuro próximo e desafios

Pode parecer inovador, mas o uso da IA na automação comercial ainda há espaço para expansão. No Brasil, essa junção ainda caminha a passos largos, mas nada impede que o varejo esteja cada vez mais tecnológico nos próximos anos. 

Estamos evoluindo do Varejo 4.0 para o Varejo 5.0, onde a tecnologia e as mudanças nos hábitos de consumo são inseridos nas estratégias de vendas. Ou seja, o varejo já está no “futuro”, as mudanças estão em curso e é preciso estar atento. 

Nesse caso, empresas que não investem em automação comercial podem perder competitividade para concorrentes que oferecem melhores experiências aos clientes, preços mais competitivos e maior eficiência operacional com a tecnologia. 

 

Sweda: 90 anos de experiência‌

A Sweda entende que é preciso se atualizar conforme o avanço da tecnologia e mudanças nos hábitos de consumo, por isso, foi a pioneira ao lançar a primeira caixa registradora no mercado de automação comercial brasileiros e hoje desponta como uma das grandes marcas do segmento.

Em quase 90 anos de história, a tradição e a modernidade caminham lado a lado na hora de criar soluções para o varejo. Por isso, os próximos anos serão de inovações nas soluções de automação comercial oferecidas pela Sweda. Enquanto isso, acesse o site e conheça nossos equipamentos!

Compartilhe esta notícia

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Newsletter

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades da Sweda.

Posts relacionados